Siga-me por Email

domingo, 11 de setembro de 2011

A Marcha dos Bípedes

domingo, 26 de setembro de 2010

Nosso trabalho é contornar a intolerância

Para francês, se mede a democracia pela liberdade dada aos cartunistas


Plantu em ação no Correio: imagens em vez de palavras - (Zuleika de Souza/CB/D.A Press
)
Plantu em ação no Correio: imagens em vez de palavras    


"Plantu sente-se livre para criticar porque diz ter o apoio de um editor que o protege. É, ele explica, uma das maneiras de preservar a liberdade de expressão, uma causa abraçada desde 2006, quando cartunistas dinamarqueses foram ameaçados de morte após publicar desenhos de Maomé. Com apoio do então secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Anan, o francês reuniu cartunistas do mundo inteiro em Nova York para fundar a Cartooning for peace, instituição comprometida em lutar pela liberdade de expressão. “Nosso trabalho é contornar a intolerância”, defende. “Estamos aqui para incomodar, mas não para humilhar os crentes.”