Siga-me por Email

terça-feira, 8 de julho de 2008

Histórias de Presidentes

Como eram retratados os presidentes do Brasil

Os presidentes que passaram pelo Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, antiga capital do Brasil, do marechal Deodoro da Fonseca (1889-1891) a Juscelino Kubitschek (1956-1960), serviram de material para Histórias de Presidentes, no qual a historiadora Isabel Lustosa reúne anedotas sobre líderes brasileiros. "São relatos como os de Rodrigues Alves (1902-1906), dorminhoco, baixinho e com roupas fora de moda, que fazia a alegria dos cartunistas, e os de Hermes da Fonseca (1910-1914), o Dudu, que levou o corta-jaca para os salões do Catete", diz o jornal Gazeta do Povo, de Londrina, no Paraná.
Por meio de caricaturas e quadros recolhidos em jornais e revistas dos séculos 19 e 20, como O Malho, A Cigarra e Careta, a pesquisadora cearense traça um retrato bem-humorado da história do Brasil dos anos 1800 e 1900. Publicado pela primeira vez em 1989, agora relançado em edição caprichada, o volume descreve como eram as relações dos presidentes com a imprensa, especialmente com os desenhistas, divertidos demolidores de reputações.

História de Presidentes – A República no Catete, de Isabel Lustosa, Agir, 296 págs., R$39,90

Nenhum comentário: